Mente focada

Se alguém te perguntar aonde você pretende chegar jogando tênis, você saberia responder?

Eu sei. Hoje, minha meta de longo prazo (longuíssimo aliás) é chegar até o final da minha vida podendo jogar tênis.

Meta ambiciosa? Talvez! Mas acredito ser possível.

E o que preciso fazer para essa meta se concretizar? Continuar praticando é claro. Mas também cuidar do meu físico, pra que nenhum médico me impeça de jogar dizendo que o único jeito de melhorar minha tendinite no cotovelo é parando de jogar tênis. Sim, já ouvi isso.

Meta de médio prazo: treinar e jogar sem nenhuma dor que impeça os movimentos do tênis

Meta de curto prazo: matricular-se na aula de condicionamento físico amanhã!

Estou servindo de cobaia do Estabelecimento de Metas de um atleta, porque é assim mesmo que temos que pensar como tenistas.

Se você lê blogs sobre tênis, provavelmente tem interesse em melhorar seu jogo, ou continuar praticando esse esporte, não?

Usar o Estabelecimento de Metas é uma boa forma de motivação e também de ter feedback do seu desenvolvimento.

Em uma entrevista com 7 anos de idade, Novak Djokovic fala que gostaria de ser número um do mundo. Coincidência???

Procurar um novo trabalho, emagrecer 5 quilos até o verão, passar no vestibular, aprender inglês para viajar ou ganhar o primeiro troféu de tênis, são metas que as pessoas traçam, e quanto mais claro isso estiver na sua mente, maior a chance de ter esses desejos realizados.

Definindo as metas

Se você já se convenceu que é importante ter suas metas definidas, vamos lá para os detalhes.

As metas podem ser divididas pelo prazo em que pretende atingir. Longo, médio e curto prazo. Assim como o longo prazo pode ser 3 anos ou um ano, o curto prazo pode ser 2 meses, ou poucos dias.

Acredito que o importante é você ter a sensação da REALIZAÇÃO. É ter a satisfação que planejou algo para o seu desenvolvimento como tenista e está conseguindo colocar em prática.

Quando fiz condicionamento físico, posteriormente a recuperação de uma lesão, cada treino realizado me dava a sensação de missão cumprida. E cada treino me levava a meta de médio prazo que era participar de um torneio dali a 3 meses sem dor e com menos chances de me machucar de novo.

A especificidade das metas, também é muito importante. Jogar melhor é subjetivo. Não fazer duplas faltas nos break points é específica. Correr 5km em 25 minutos é específico. Então, quando criar suas metas, tente ser específico.

publicidade às suas metas. Pode ser pra você apenas! Anotar na agenda, ou num caderno suas metas, vai te manter ligado e comprometido. A chance de você se comprometer mais, aumenta muito. Se colocar no facebook então! Vai treinar até de madrugada!

Anote suas metas e dê publicidade

Muito cuidado com as metas de resultado!!! Vencer um torneio, ou alcançar o número um do ranking do seu clube, não depende só de você. O desempenho dos outros atletas são fatores que estão fora do seu controle. Ter esse tipo de meta pode gerar mais ansiedade do que motivação.

Você pode e deve ter metas de resultado. Mas ficar pensando nisso no meio do jogo não é boa ideia. Pense em autossuperação e num bom desempenho. Isso vai aliviar o stress e com certeza está mais dentro do seu próprio controle.

Como o tênis é muito técnico, as metas de processo também são bastante importantes para a evolução do seu nível de tênis. Corrigir uma empunhadura, um movimento de backhand, ou aprender a dar slices, são metas de processos mensuráveis, que trarão satisfação, motivação e a sensação de realização do que foi planejado.

As metas de processo e as metas de desempenho (onde o foco é a autossuperação) vão levar você às suas metas de resultado!

O grau de dificuldade é um aspecto importante. Em entrevista com atletas universitários, identificou-se que eles preferiam metas difíceis, muito difíceis e moderadamente difíceis, nessa ordem. E não esqueça de ser realista!

Outra consideração curiosa, foi que embora eles não escrevessem sistematicamente suas metas, frequentemente estavam pensando sobre elas!

Estabeleça metas de treino e metas de competição. As metas de treino vão te manter mais focado e motivado no dia-a-dia, principalmente se a competição vai demorar pra acontecer.

Como atingir as metas

Não basta estabelecer as metas. Vai ser preciso um plano de ação para atingi-las!

Treinar 3 vezes por semana, contratar um novo treinador ou adotar uma dieta saudável podem ser os meios para que você atinja seus objetivos.

Você e seu treinador podem pensar juntos qual vai ser melhor forma de alcançar o que pretende. Pode ser bater paredão 2 vezes por semana, se precisa mais regularidade. Pode ser entrar em 3 campeonatos nos próximos 2 meses para jogar sob pressão. Pode ser aumentar as aulas para corrigir a técnica do saque. São apenas exemplos. Para cada meta, existirá um caminho para alcançá-la!

Questionário de Metas

Segue abaixo um exemplo de um questionário de estabelecimento de metas.

  1. Metas técnicas de longo prazo (3 anos):
  2. Metas táticas de longo prazo (3 anos):
  3. Metas psicológicas de longo prazo (3 anos):
  4. Metas físicas de longo prazo (3 anos):
  1. Metas técnicas de médio prazo (1 ano):
  2. Metas táticas de médio prazo (1 ano):
  3. Metas psicológicas de médio prazo (1 ano):
  4. Metas físicas de médio prazo (1 ano):
  1. Metas técnicas de curto prazo (3 meses):
  2. Metas táticas de curto prazo (3 meses):
  3. Metas psicológicas de curto prazo (3 meses):
  4. Metas físicas de curto prazo (3 meses):
Contar o número de acertos pode estar nas suas metas

Um exemplo fictício de um jogador de tênis:

  1. Metas técnicas de curto prazo (1 mês): treinar meia horas, duas vezes por semana, a precisão do saque, contando o número de acertos no alvo (meta de 30% de acertos)
  2. Metas táticas de curto prazo (1 mês): manter a bola em jogo, sem arriscar (não cometer erro não forçado) quando meu adversário estiver com break point
  3. Metas psicológicas de curto prazo (1 mês): realizar diálogo interno positivo, toda vez que sentir vontade de jogar a raquete no chão
  4. Metas físicas de curto prazo (1 mês): realizar alongamento após todos os treinos, focando principalmente em coluna e posteriores da perna

Conclusão

Quanto mais “a sério” você leva alguma coisa, mais importante é o estabelecimento de metas.

Ninguém alcança o sucesso por acaso, por sorte. Principalmente no tênis, onde as repetições e as experiências de jogo são muito importantes, o atleta que se dedica e traça um plano de ação acompanhado de metas claras, tem grande chance se chegar aonde deseja.

Escrever suas metas é importante. Mas melhor que isso, é você estar completamente consciente e comprometido com o que deseja.

Ter metas de longo prazo é tão importante quanto ter metas de médio e curto prazo.

Ter um filho e ainda voltar a jogar profissionalmente: será que estava nas metas da Serena Williams?

Não se esqueça que as metas de resultado são excelentes, mas as metas de processo e de desempenho, que levam a autossuperação, podem ser melhores formas de administrar a ansiedade e trabalhar com o que está sob o seu controle.

As características importantes das metas podem ser lembradas pela palavra SMART (Smith, 1994 , citado por Weinberg e Gould):

-Específicas (Specific)

-Mensuráveis (Measurable)

-Orientadas à ação (Action-oriented)

-Realistas (Realistic)

-Oportunas (Timely)

Bons treinos e bons jogos! E foco!

Referências bibliográficas:

Weinberg & Gold- “Fundamentos da Psicologia do Esporte”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *