Posicionamento no fundo de quadra

Você sabe se posicionar ao trocar bolas no fundo de quadra?

Muita gente vai dizer: ” Claro que sei! No meio da quadra!”

É claro que é bem melhor ficar no meio do que deixar seu campo aberto pro seu adversário dar um winner!

Mas melhor que isso é ficar corretamente na bissetriz da possibilidade de ângulo do seu adversário. (você já leu o post anterior sobre posicionamento?)

Bissetriz

Primeiro vamos deixar claro o que é a bissetriz. Muita gente vai lembrar das aulas de geometria!

A bissetriz é a semirreta que divide um ângulo em dois ângulos iguais.

E o que é que tem a tal da bissetriz??

Simples: se você souber onde ela fica, você vai poder escolher correr muito ou correr pouco a cada ponto! E melhor que isso, saber exatamente onde se posicionar de acordo com o golpe que você executou.

Isso mesmo. Não falei errado. Não é de acordo com o golpe que seu adversário executou, e sim o SEU golpe.

Bolas cruzadas

Vamos lá, situação de trocas de bolas do fundo da quadra. Recebo uma bola no fundo e no extremo da minha direita. Quais são minhas opções mais básicas?

Balão?? Curtinha??

Não. Se está lendo até aqui, vamos considerar que você quer melhorar o seu jogo e por isso vai parar de dar balão, ok??

As duas opções básicas são a cruzada e a paralela.

Opção 1: rebato uma cruzada 

E agora, pra onde eu vou? 

É agora que entra a teoria da bissetriz do ângulo. Você deverá se posicionar no meio da possibilidade de ângulo do seu adversário. Olhe a figura abaixo pra compreender melhor.

Recuperação da quadra após golpe cruzado

Você golpeia a sua direita na cruzada (linha amarela). A possibilidade de ângulo do seu adversário está representada pelas linhas azuis. Isto é, do fundo de quadra, esses seriam os dois extremos que fariam você correr até a bola. Portanto, você deverá se posicionar no meio desse ângulo, na sua bissetriz (representada pela linha branca).

Bolas paralelas

Mas se ao invés disso, você optar pela bola na paralela?

Aí, meu amigo, se você não foi suficientemente agressivo, se prepara pra correr!!!

Veja no desenho o que ocorre quando se bate uma paralela.

Recuperação da quadra após golpe paralelo

Novamente aquela situação. Estou lá na ponta da direita, mas dessa vez opto por golpear uma paralela (linha amarela).

Meu adversário tem novamente as duas opções, cruzada ou paralela.

Porém agora, olha só o que acontece: a bissetriz do ângulo está la do outro lado da quadra!!! Do lado esquerdo da marca central.

Deu pra perceber que de acordo com o direcionamento que EU escolhi, ou eu corro menos (bolas na cruzada) ou eu corro mais (bolas na paralela) pra voltar ao posicionamento? (e isso deverá ser feito ANTES do seu adversário bater a bola- tema para outro post!)

Olhando a seta vermelha das duas figuras, percebemos que na primeira situação, houve uma RECUPERAÇÃO DO POSICIONAMENTO, onde se corre menos para voltar. A seta vermelha é pequena.

Na segunda figura, percebemos pelo tamanho da seta vermelha, bem maior, que a RECUPERAÇÃO DO POSICIONAMENTO exigiu uma corrida mais longa!

Conclusão

Em cada bola que rebatemos, temos uma corrida de ida até a bola e uma corrida de volta para nos posicionarmos no lugar certo.

Se optarmos pela bola na cruzada, nossa corrida de volta ao adequado posicionamento vai ser mais curta. Na paralela, corremos mais para voltar.

Por isso, o ideal é usar mais frequentemente bolas na cruzada. Assim corremos menos, o que seria um princípio tático bem mais adequado!

Se ficou com alguma dúvida, ou tem algo a acrescentar, deixe um comentário. 

E quando for pra quadra, use essas dicas para melhorar cada vez mais o seu jogo!!!

Um comentário em “Posicionamento no fundo de quadra

  • 13 de dezembro de 2018 em 11:30
    Permalink

    Quanto conteudo de qualidade encontrei aqui no site. Agradeço por compartilhar. Sucesso. abraço

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *