halep forehand

Perfeição técnica no tênis é necessária?

O tênis é um esporte que chama muita atenção pelo nível de detalhamento técnico que existe.

As pessoas que aprenderam a jogar mais ou menos nos anos 90, perceberam que o estilo preponderante de ensino era o tecnicista, onde se prezava pela correta e perfeita execução dos golpes.

Lendo esse artigo, o assunto em questão foi mostrado por um especialista na área.

Nesse artigo, Elson Longo, um dos maiores especialistas em biomecânica no Brasil e no mundo, concorda com o fato de que a técnica, muitas vezes é super valorizada, em detrimento de outros aspectos, como o físico e o psicológico.

Será que é preciso equilíbrio para jogar tênis?

A técnica bem executada, melhora a eficiência dos golpes, pois exigirá menos esforço, haverá prevenção de lesões futuras, e permite um melhor desenvolvimento do golpe (geração de efeitos, aceleração da bola).

 

AONDE ESTÁ O SEGREDO?

Diante dos múltiplos aspectos do tênis, devemos observar em que ponto você deve concentrar seus esforços.

Primeiro você precisa se perguntar, se existem algumas situações que andam se repetindo em suas partidas.

Por exemplo, você sempre perde daquele cara que adora dar slice de esquerda e você não consegue devolver a bola dele?

1- você sabe devolver slices?

2- você pratica devolver slices?

3- quais suas opções de jogadas diante desses slices?

4- você odeia quando o cara arma pra cortar

Se você já parou na primeira pergunta, precisa treinar uma técnica adequada para devolver e pegar o tempo da bola de slice para conseguir rebatê-la. Praticando mais, você vai adquirir regularidade para sanar um ponto fraco, onde seu adversário “cortador de salame” explorava você! E praticando mais, você vai poder criar ou descobrir jogadas que se pode fazer diante de uma bola de slice.

Mas pode acontecer outras duas coisas: você não aguenta ficar abaixando o joelho 7 vezes em cada ponto, ou então você simplesmente diz: odeio salameiro!

Um aspecto é físico, onde se suas pernas aguentassem mais, você resistiria mais, e outro psicológico, no qual você simplesmente não quer jogar contra alguém assim, demonstrando um ponto psicológico frágil, onde bastará seu adversário descobrir isso que o jogo estará ganho.

Bem, o diagnóstico, deve ser sempre exato, para poder enfrentar esse obstáculo, e assim partir para o próximo problema. Porque tenista que é tenista, sempre está procurando um detalhezinho…

 

CONCLUSÃO

Para quem quer evoluir no tênis, o ideal é partir de um diagnóstico preciso para depois poder colocar o foco na questão que realmente fará uma mudança no seu jogo.

É importante desviar o olhar para outros aspectos além da perfeição técnica.

Seja o motivo técnico, tático, físico, psicológico e sei lá quais vertentes mais existem (não vi de tudo ainda nesse mundo), existe uma solução!

Isso quem poderá fazer, será o seu professor, ou seu parceiro de treinos, ou um acompanhante torcedor (pais e esposas são típicos!) que olha “de fora”. Se você não acreditar, faça como fazemos com médicos, procure uma segunda opinião. Se eu puder te ajudar, mande um e-mail para thais@euamojogartenis.com.br ou comente aqui embaixo!

Sugestões de outros temas também são bem-vindos! Afinal, nós amamos jogar tênis!

Bons treinos e bons jogos!!!

 

Thais Hiroki

Gostou desse artigo, compartilhe 😉

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre o seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades do blog.

Direto ao ponto

Mantenha-se atualizado

Deixe seu e-mail e receba todas as novidades do blog. 

Copyright 2021 © Todos os direitos reservados - Eu Amo Jogar Tênis