Tenho que treinar slice?

A técnica no tênis sempre foi de encher os olhos dos admiradores do nosso jogo da bolinha amarela. O slice antigamente era uma ferramenta excelente, pois nas origens do tênis (Wimbledon e empunhadura continental), saber abaixar a bola com muito efeito podia causar prejuízo aos adversários!

Por um tempo andou esquecido, e os juvenis que davam slice eram tidos como preguiçosos ou sem futuro. Tinha que bater na bola!

Até que nosso “gênio”, Roger Federer apareceu dentro de uma geração fazendo estripolias, dando slices, e faturando muitos jogos!

Elegante slice de backhand do Roger Federer

Ufa! Ele estava de volta! Agora sim, os treinadores percebiam que jogando com mais armas, era possível enriquecer o arsenal de jogadas e surpreender os adversários mais despreparados.

Slice vence jogo?

Nos torneios amadores, já vi jogadores que só davam slice no lado esquerdo, e venciam muitos jogos e até torneios. Já vi gente dando slice nos dois lados e vencendo torneios também.

Inclusive tivemos uma jogadora, Steffi Graf, ex-primeira do mundo que aplicava slices de esquerda na maioria das vezes, e se manteve número um do mundo por bastante tempo. Em 1988 foi uma das únicas jogadoras (entre homens e mulheres) a conseguir o GOLDEN SLAM. Isto é, vencer os 4 Grand Slams e mais as Olimpíadas no mesmo ano!

A característica de cada jogador vai determinar o estilo que vai adotar. Mas sem dúvida, quanto mais recursos técnicos você tiver, mais opções terá para enfrentar diferentes situações e adversários!

Treinar slice

Ninguém nasce sabendo. Tem que aprender, tem que treinar.

Talvez ela nem saiba que vai dar um slice!

A boa notícia é que o slice é simples e é fácil.

A não ser que você esteja engessado em uma técnica imutável, você terá plenas condições de aprender o slice!

Quando damos uma raquete na mão de alguém que nunca viu tênis, o mais natural é a pessoa segurar na empunhadura continental, ou perto das empunhaduras orientais (eastern de direita e eastern de esquerda).

Empunhadura eastern de direita está liberada no slice de direita! Vai ficar fácil aprender a continental depois!

Honestamente, em 22 anos dando aula, nunca vi ninguém segurar com uma empunhadura Western de direita pra passar a bola da rede nas primeiras raquetadas. Não é natural…

O que acontece é que QUEIMAM-SE ETAPAS. Por isso talvez você não tenha aprendido um bom slice ainda, apesar de já jogar muito bem tênis!

Bora treinar!

Então, saiba que podemos usar inicialmente empunhaduras como a eastern de direita (slice de direita) e a eastern de esquerda (slice de esquerda) pra golpear slice inicialmente. Para facilitar!

Com o tempo, é importante você experimentar a empunhadura continental, pois é a correta e definitiva para esse golpe.

Pra começar, treine no quadradinho, apenas tentando aplicar o efeito na bola. Seria legal você treinar DEVOLVER o slice também. Porque é muito importante saber LER O EFEITO da bola e como o jogador faz o movimento. E saber reagir, é claro!

Conforme você vai ficando mais regular, treine um pouco mais de longe, na distância de 3/4 de quadra, sempre com regularidade. É legal fazer trocas de bolas de 10 a 20 acertos. Se errar nas primeiras bolas, volte a um estágio mais fácil (quadradinho ou até sem rede).

Vantagens de treinar slice

Treinando slices você vai melhorar seu jogo de defesa, vai melhorar seus voleios e conseguir rebater com eficiência as bolas baixas.

Poderá ganhar mais toque nas curtinhas e bloquear saques violentos.

Com o tempo vai aprimorando a naturalidade na empunhadura continental. Daí até o saque e smash ficam mais fáceis!

São muitas vantagens. Tenha paciência e você vai ver o estrago que vai fazer para seus adversários!!!

Qualidade do efeito

O slice bem dado é aquela bola bem baixinha que “corre” depois do pingo no chão. Verdadeiro “sabonete” como dizia o Rodolfo, um atleta da equipe que treinava aqui comigo (aliás bi-campeões da Intermed de São Paulo!)

Aquele slice que “flutua”, isto é, passa alto da rede, e quando pinga no chão, fica quase no mesmo lugar, pode facilitar para o seu adversário. O “sabonete” é muito mais agressivo e rápido que o flutuante.

Direita e esquerda

E pra não ficar com pontos fracos, treine dos dois lados. Slices de direita e slices de esquerda.

Será que ainda preciso justificar?

Segue abaixo um vídeo pra quem ainda não se convenceu. Eu babei!

Conclusão

Vários bons jogadores já demonstraram que o slice faz parte do seu repertório. Tivemos uma número um do mundo que aplicava com maestria!

É importante dedicar uma parte do seu treino para treinar slices, pois assim você poderá desenvolver outros golpes como os voleios e o drop shot, assim como jogadas de defesa.

Conforme vamos nos aperfeiçoando, vamos dando um ar de agressividade nos slices, até ele virar o famoso “sabonete” !

E não esqueça de treinar o slice dos dois lados pra não ficar com pontos fracos.

Bons treinos e bons jogos!

2 comentários em “Tenho que treinar slice?

  • 5 de junho de 2019 em 14:17
    Permalink

    Muito legal, profa. Você tem uma vídeo aula de slice?

    Resposta
    • 5 de junho de 2019 em 19:56
      Permalink

      Que bom que gostou, Rosana! Ainda não tenho nada sobre slice. Mas outras pessoas já pediram também. Está na lista! Você está inscrita no canal do youtube, “Eu amo jogar tênis”? Estou começando o canal e pretendo falar sobre slices também! Obrigada pela sua participação! beijos!

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *