Jogar duplas para evoluir

Jogar em dupla é meio esquisito pra quem nunca jogou. As pessoas se sentem constrangidas se errar, ou então não sabem muito bem como se posicionar na quadra e nem qual bola tem que rebater.

Se você nunca jogou, não perca essa oportunidade! Vou mostrar a você várias vantagens de se jogar uma duplinha!

Jogar em equipe

O tênis é um esporte essencialmente individual, mas quando jogamos dupla, jogamos em equipe.

Jogar com um parceiro pode aliviar a pressão do jogo, pois a responsabilidade é dividida. Também toda a parte estratégica vai ser pensada por duas cabeças, e talvez algo que você não tenha percebido, seu parceiro percebeu, ou vice-versa.

A diversão também é garantida. Quando se reúnem 4 pessoas, a chance de sair uma palhaçada é maior. Pode conferir jogos de duplas entre profissionais. Não é incomum ver cenas engraçadas acontecendo.

Voleios

Uma das dificuldades pra se jogar na rede, é fazer o deslocamento pra frente na bola certa, e acertar bem o seu golpe de aproximação.

Na dupla, você já pode estar posicionado lá na frente, o que facilita metade do trabalho. Você só tem que saber como fechar bem o seu lado!

Você também pode melhorar seu tempo de reação. As pessoas chamam vulgarmente de “reflexo”. Pois em muitos momentos temos que disputar os pontos fazendo voleio contra voleio.

Pode acontecer dos 4 jogadores estarem na rede. É muita emoção! Muito divertido.

Pode acontecer uma “carimbada’ (bolada) de vez em quando, mas é normal na dupla, pois não há muito espaço pra passar a bola. Então às vezes a opção de jogada tem que ser no corpo do adversário mesmo.

É só tomar cuidado e não ficar mirando no olho do outro né! Seria uma atitude antidesportiva! Sem adversário não há jogo!

Devolução de saque

Geralmente quando devolvemos saque, o parceiro do sacador fica na nossa frente, posicionado para volear.

Com isso somos obrigados a fazer uma devolução na cruzada, ou então teremos que ter muita precisão ou potência para dificultar para o cara da rede.

As outras opções seriam uma bela paralela, uma bola no corpo do voleador (para ganhar o ponto e não para mandá-lo para o hospital), um lob, uma bola no meio dos dois, uma devolução subindo à rede, enfim, depende da capacidade do devolvedor.

Não é uma ótima forma de testar nossas habilidades?

Isso sem contar as duplas que se movimentam o tempo todo mudando a posição do voleador. Daí o devolvedor tem que ser preciso no seu golpe!

Primeiro saque

Quando jogamos simples, gostamos de arriscar um primeiro saque bem forte, pra no segundo colocar em jogo.

Nas duplas, é bacana usar mais o primeiro saque, porque se sacarmos muito fraco, nosso parceiro que estará no voleio sofrerá as consequências!

Vai ser um bombardeio em cima dele.

Por isso é uma boa chance de nos concentrar em dar um primeiro saque com menos força e talvez mais efeito, se assim você achar conveniente, mantendo sua dupla no domínio do ponto.

Posicionamento na quadra

Jogando dupla, temos que cobrir metade da quadra, e nosso parceiro a outra metade.

Vários alunos já me perguntaram se um cobria frente e o outro a parte de trás, mas isso não costuma dar certo…Se quiser, pode tentar por sua conta e risco. Depois não vem me xingar.

Como temos que cobrir metade da quadra, o sacador pode sacar mais perto da linha de simples do que do meio da quadra. Isso facilita pegar uma possível devolução muito cruzada.

Também na rede, temos que fechar a quadra pra cobrir a maioria das bolas.

Tem muito jogador que só fica bem no cantinho de duplas. Mas nesse caso, acaba deixando o centro da quadra muito aberto, e isso não é bom pro nosso parceiro. É bacana cobrir o centro da área de saque.

Parece que o corredor fica bem aberto, mas pense bem: é fácil encaixar uma bela paralela?? Difícil, né?

Só precisa ficar bem atento quando o saque for aberto. Do contrário, o risco é mínimo.

Coragem para subir à rede

Também se ficar na rede muito coladinho na rede, vai facilitar o lob do oponente e deixar seu parceiro sobrecarregado.

Jogando em dupla, a área que temos que cobrir é menor que na simples.

Com isso, podemos criar coragem para subir à rede depois do saque, depois da devolução, ou quando aparecer uma oportunidade na troca de bolas (bola curta).

Se seu adversário for bom, o que poderá acontecer é voltar uma bola rápida, uma bola no pé, uma passada angulada ou um lob. O resto é fácil.

Jogando duplas você pode pegar mais confiança em seu jogo de rede e arriscar umas subidas quando estiver jogando simples.

Comemorar a vitória

Quando vencemos uma duplinha é muito gostoso o pós jogo. Geralmente confirmamos uma parceria, ou selamos uma amizade nova.

Se por acaso nada deu certo, a dupla não “casou”, e o fim foi dramático, temos alguém pra dividir a decepção. E talvez algumas cervejas também!

Conclusão

Jogar duplas é uma forma de se jogar tênis em equipe, e pode trazer muitos benefícios pra melhorar nosso nível de jogo.

Aperfeiçoar os voleios, subidas à rede, devoluções, posicionamento e pensamentos estratégicos são alguns dos benefícios de aderir às dupladas.

Se por acaso a dupla não deu certo dentro da quadra, pode ser que você ganhe um parceiro de treino, ou um novo amigo fora das quadras!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *