antecipacaomenor

Antecipação no tênis

Você sabe o que é antecipação?

Será que meu adversário sabia que eu iria dar uma curtinha??

Nessa cena, ficou fácil perceber que eu iria dar uma curtinha! Meu adversário já sabia!

Saber o quê o adversário vai fazer com a bola é uma capacidade importante! Não é exclusividade da Mãe Diná! Vai fazer a gente prever as jogadas como se estivesse adivinhando o futuro e os pensamentos do outro jogador.

Às vezes assistimos partidas fenomenais com jogadas maravilhosas e dizemos: não acredito que ele pegou essa bola!!!

Mas não paramos pra pensar se o jogador correu muito, ou se “adivinhou” onde o outro iria mandar a bola!

A capacidade de leitura de um bom jogador de tênis, muitas vezes passa despercebida aos nossos olhos. Sabe por quê? Porque não é claramente visível aos olhos.

As pessoas admiram a elegância, a postura, a velocidade dos golpes, pois os olhos são capazes de ver! Se pudéssemos entrar na cabeça de um top 20 do mundo, ficaríamos perdidos com o número de informações de jogadas armazenadas naquele cérebro.

Elson Longo, capacitador da CBT (Confederação Brasileira de Tênis), citou em um de seus cursos que a “Antecipação é o armazenamento na memória do tenista. O banco de dados mais a percepção, resultam em capacidade de antecipação”.

Habilidade para antecipação

Já vi uma diferença grande entre dois grupos de pessoas aprendendo tênis.

O primeiro, executa a técnica de forma impecável.

O segundo, tem uma capacidade de ler a bola de forma incrível! A impressão é que eles sabem onde vai estar a bola. E sabem mesmo!

Qual a diferença do primeiro grupo, para o segundo?

Habilidades de projeção são diferentes das habilidades de recepção (veja esse post sobre o assunto). Curiosamente, percebo que as pessoas que jogam melhor, ganham mais pontos e vencem mais jogos, geralmente são as que devolvem bem a bola. Elas sabem ler a bola.

Aquelas com ótima capacidade de projeção, tem estilo bonito e elegância para rebater. Executam vários winners. Mas não tem necessariamente capacidade de leitura das jogadas.

Antecipação da bola

Aprender a receber uma bola, é aprender a:

  • ler a bola depois do impacto do adversário
  • julgar a trajetória da bola
  • julgar velocidade, altura, efeitos
  • perceber o vento e quique da bola nas diferentes superfícies (saibro, quadra rápida, linha, “morrinho artilheiro”)
Antecipação: onde vai a bola?

Antecipação do movimento

  • ler o movimento do adversário antes do impacto
  • observar empunhadura do oponente
  • preparação do golpe
  • posição do corpo
  • toss
  • ler o movimento do adversário e prever como vem a bola
  • ler o movimento do adversário e prever como NÃO VEM A BOLA

Antecipação tática

Quando eu enfrento um jogador conhecido, eu posso antecipar as jogadas dele por saber de suas capacidades.

Exemplo: jogo sempre com o João. Ele costuma ser muito paciente, devolvendo muitas bolas em jogo. É muito difícil ele subir a rede. É muito difícil ele tentar um winner. Ele não tem saque forte para dar aces.

Isso já me dá uma grande exclusão de jogadas, pois eu sei muitas coisas que ele NÃO vai fazer. E o que ele vai fazer? Ele vai trocar muitas bolas. Não vai dar duplas faltas. Sua bola virá numa velocidade que eu consigo chegar equilibrada.

Antecipação tática x estresse

Quando alguém não se preocupa com quem vai jogar no campeonato, pode perder vários pontos no jogo, onde terá que “estudar” o adversário. Colher informações sobre as jogadas típicas do seu adversário, fará você entrar mais preparado tanto taticamente, quanto emocionalmente. #ficaadica

Mas, pode acontecer desse mesmo adversário adotar uma estratégia diferente ao enfrentar você! Então, realmente você deverá estudar durante a partida, fazer cálculos estatísticos na sua mente, e criar o seu banco de informações para poder reagir o mais rápido possível diante das diversas possibilidades táticas do seu adversário.

Emocionalmente, quando vivemos uma situação previsível, temos menos ansiedade do que quando temos que enfrentar uma situação imprevisível. Weinberg & Gold, citando Martens (1987) afirmam que “uma das fontes de estresse e ansiedade é a incerteza que cerca o resultado de um evento”.

Analogamente, quando temos que enfrentar jogadas que não conhecemos, podemos ficar desgastados emocionalmente e prejudicar nosso desempenho na partida. Se você não quer saber quem é seu adversário para não ficar nervoso antes, então precisa controlar esse medo, e transformá-lo em uma reação racional, onde você deverá estudar a melhor estratégia para vencê-lo, ganhar um set, uns games, ou quem sabe alguns pontos.

Antecipação geométrica

Teoria da bissetriz do ângulo da bola

Diz respeito ao espaço. Quando eu me antecipo em “fechar corretamente a quadra” e cobrir as possibilidades de ângulo da bola, estou me antecipando em me posicionar da melhor forma, pra que eu não tenha que correr tanto, e nem levar um winner por ter deixado espaço aberto pro meu adversário atacar.

Não deixe de ler esse post sobre posicionamento no fundo de quadra

Conclusão

Existem vários tipos de antecipação e todas são importantes. Antecipação da bola, do movimento, tática e geométrica.

Essas antecipações serão ideais se forem feitas antes do outro jogador bater na bola. Como disse Gustavo Lusa (treinador argentino) em um congresso internacional que participei, “Tênis é um esporte de tempo e espaço”.

Adorei a definição e nunca mais esqueci.

Ficar “teorizando” o jogo de tênis nem sempre é muito atrativo. Eu sei que o legal mesmo é jogar! Mas, se dermos atenção a alguns detalhes, podemos evoluir nosso nível de tênis, pois vamos entender em que pontos devemos melhorar.

Se você me disser, que não sabe antecipar, eu não vou acreditar.

Com certeza você sabe quando seu adversário golpeou forehand ou backhand! E se você identificou isso, também poderá identificar se foi slice ou top spin. Assim como no próximo nível vai identificar se foi alta, baixa, funda, curta, rápida ou lenta.

São etapas! Toda aprendizagem tem etapas. E qualquer etapa que você esteja, saiba que você pode melhorar! Sabendo otimizar seus treinamentos, você terá um grande futuro como tenista!

Se ficou com alguma dúvida, ou gostaria de dar alguma sugestão, entre em contato pelo email thais@euamojogartenis.com.br , ou abaixo nos comentários.

Bons treinos!

Referências bibliográficas:

Manual para treinadores avançados. Curso Nível 3 (Confederação Brasileira de Tênis). ITF (International Tennis Federation/1999)

Weinberg & Gould. Fundamentos da Psicologia do Esporte e do Exercício. 2edição. Porto Alegre: Artmed Editora, 2001.

Site: https://www.tennismindgame.com/

Site: https://www.tennisicoach.com/en/content/anticipation-skills-and-drills.aspx

Thais Hiroki

Gostou desse artigo, compartilhe 😉

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on telegram
Telegram
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Cadastre o seu e-mail e fique por dentro de todas as novidades do blog.

Direto ao ponto

Mantenha-se atualizado

Deixe seu e-mail e receba todas as novidades do blog. 

Copyright 2020 © Todos os direitos reservados - Eu Amo Jogar Tênis