Os 10 erros que os tenistas iniciantes cometem

Alguém nasceu sabendo?

Seja lá o que for, o ser humano passa por fases onde aprende e se desenvolve. Assim como aprendemos a ter coordenação motora para levar comida à boca, também aprendemos a encaixar uma cruzada no backhand do adversário.

O processo pode ser difícil, pode ser rápido ou pra alguns, até prazeroso! Mas sempre saímos de um conhecimento zero para chegar a um domínio parcial ou total da habilidade.

Não existe quem não aprenda!

Por isso, o erro número 1 de quem começa a jogar tênis é:

1) Achar que não é capaz de aprender

Todo mundo é capaz de aprender. Claro que existem pessoas com mais facilidade ou menos. Mas existem pessoas com MUITA vontade de aprender e essa é a condição principal pra melhorar no tênis!

PS: cuidado, pois esse erro número um, pode impedir você de realizar sua matrícula nas aulas de tênis. Você não tem ideia do estará perdendo!

2) Querer emagrecer/ganhar condicionamento físico o mais rápido possível

O tênis é um esporte de alto grau de coordenação motora.

Digamos que os esportes possuem várias qualidades físicas necessárias.

Por exemplo, o balé, exige muita flexibilidade e leveza nos movimentos. Assim como o ritmo para coordenar com a música.

Já o halterofilismo exige um grau enorme de força. Mas, talvez esse atleta não consiga correr 5 km junto com você!

O tênis, para ser jogado DE VERDADE, exige coordenação motora geral e coordenação motora fina, onde braços e pernas trabalham em sincronia. Também é necessária uma precisão milimétrica de punho e mão. Uma viradinha pode fazer a bola cair bem mais longe de onde era o seu objetivo…

Isso fora o aparelhinho chamado raquete, que só aumenta o grau de complexidade da modalidade. Além de coordenar nosso próprio corpo (que já não é fácil), temos que coordenar mais uma raquete, e uma bola que vem a mais de 80 km/h…

Mas, calma!!! Não se assuste! Na minha época, as crianças aprendiam com a raquete pesada dos pais, tinham que já jogar no fundo de quadra, e rebater a bolinha como se fossem experts!

Hoje em dia, existem muitos lugares com excelentes didáticas de aprendizagem, onde se ensina de uma forma muito mais divertida e fazendo com que o aluno se sinta competente em realizar os exercícios.

Usando material adequado, bolas mais lentas (pra adultos, sim senhor!), quadras menores, tudo como manda a cartilha do bom profissional de Educação Física. Sentamos 4 anos na cadeira pra isso.

Procure um lugar onde o professor frequenta cursos de capacitação da Federação Paulista de Tênis, CBT (Confederação Brasileira de Tênis) ou outros similares da sua região.

3) Ter pressa em rebater do fundo de quadra e não acertar 3 seguidas

Pra jogar tênis, tem que ter controle. Controle do corpo, controle da bola, controle da raquete com a bola.

Quando jogamos de perto, e com bolas mais lentas, podemos acertar mais vezes, e assim ter a sensação do que é jogar tênis de verdade.

Rebater a bola reagindo a uma dificuldade que o adversário nos colocou é o maior desafio na hora de jogar tênis.

E a maior delícia é conseguir fazer nossa jogada do jeito que pensamos e planejamos!

4) Não saber o número de benefícios que o tênis traz

O tênis traz inúmeros benefícios. Muitos em curto prazo, e outros em longo prazo. Tem que pagar pra ver!

-condicionamento físico

-rapidez nos pensamentos

-melhora na capacidade de reação

-controle emocional

-concentração

-espírito de luta e força para vencer

-novos amigos

-ambiente saudável

-viagens

-etc, etc, etc…

Aqui no blog tem um post sobre alguns motivos para jogar tênis!

5) Comprar raquete e não comprar o tênis adequado

Essa é a primeira exigência que faço aos meus alunos. Comprar o tênis correto pra jogar tênis vai prevenir uma torção no tornozelo, já que jogar tênis exige constantes deslocamentos laterais

A maioria das pessoas vem jogar com tênis de corrida, que é feito para correr pra frente apenas, e não para os lados.

6) Comprar raquete de iniciantes

Os fabricantes que me perdoem, mas as raquetes para iniciantes ou intermediários, tem uma qualidade muito inferior às raquetes tops de linha, profissionais.

Hoje em dia fabricam-se as raquetes tops, com variações de peso por exemplo, que se adequam a perfis de alunos iniciantes.

Muitos alunos, melhoram absurdamente em 3 meses. Tempo suficiente para notarem a diferença de uma boa raquete e uma que não dá estabilidade nos golpes.

Costumo emprestar a raquete para todos que iniciam aulas comigo. Claro que depois de um tempo, cada um ter que ter a sua.

7) Querer vencer o primeiro campeonato que entrar

Claro que é uma realização ganhar um torneio! Mas, calma lá!

Se você nunca jogou um torneio de nada, nem de bolinha de gude, pode ser que estranhe a situação.

Mesmo pessoas com experiência competitivas em outros esportes, sentem a dificuldade de jogar tênis “valendo”. Porque é um esporte de alta precisão, e se você estiver um pouquinho nervoso, isso vai interferir na sua capacidade de colocar a bola onde quer.

Sendo assim, você pode até perder de alguém que nitidamente tem menos habilidades que você…

Porém, dominar suas emoções, ansiedades, nervosismo, é o que está em jogo nas competições também.

8) Querer superar o adversário, antes de superar a si mesmo

Esse erro não acomete só os iniciantes.

Querer superar o adversário é muito legal, pois nos faz comparar as habilidades e mexe com o esforço de cada um em querer melhorar.

Mas o tênis é muito interessante, por ser muito difícil colocarmos todas nossas capacidades em jogo.

Às vezes saímos de uma partida sem encaixar um saque do jeito que treinamos o mês inteiro. Passamos um jogo todo sem coragem de subir uma vez à rede, sendo que treinamos pra isso…

A autossuperação é uma das capacidades que eu mais admiro nas pessoas e no esporte. Pois limitações, todos temos. Ninguém é perfeito!

Mas querer melhorar, se empenhar e se esforçar para conseguir coisas que “os outros” dizem que não vamos conseguir, é a maior realização que alguém pode ter.

Poderíamos passar mais tempo falando disso, mas vamos deixar pra outro post.

Autossuperação vale pro tênis, vale pra vida, vale pra sempre. #ficaadica

9) Só querer dar winner

O cara mal começou a aprender e só quer dar paulada na bola!

Confesso que é muito bom dar um winner com toda força! Descarrega um stress danado!

Só lembrando que aqui é tênis, e não boxe.

Se o seu nível de controle da bola ainda não está bom, você vai mais errar que acertar. Isso vai te trazer decepção com seu desempenho, uma distorção sobre a forma tática correta pra vencer jogos, e pode trazer uma bela tendinite se estiver batendo tudo errado na bola.

Vá com calma. Sua hora vai chegar!

10) Não ter um shorts com bolso

No jogo temos 2 chances pra sacar, e nem sempre estamos jogando um torneio profissional com pegadores de bola pra nos mandar a bolinha.

Portanto, tenha um shorts com bolso.

Só pra descontrair…

Conclusão

Se você abriu esse post achando que encontraria dicas de técnicas requintadas, ou de estratégias mirabolantes que podem fazer você ganhar troféus, eu peço desculpas.

Mas saiba que o meu maior desejo é que você descubra seu caminho no tênis, e que saiba subir degrau por degrau nessa escalada cheia de surpresas boas e desafiadoras.

Esses erros parecem banais, mas podem fazer alguém desistir de aprender a jogar, ou continuar aprendendo.

Se você já passou dessa fase, espero um comentário se você quer um post sobre os 10 erros técnicos dos iniciantes. Quem sabe vem um especial para você!

2 comentários em “Os 10 erros que os tenistas iniciantes cometem

  • 17 de abril de 2019 em 21:08
    Permalink

    Oi, Thaís! É sempre muito bom ler suas publicações. É uma fonte inesgotável de aprendizado. Acho que cometemos esses erros um dia, né. Uns e outros a gente vai superando. Tive muitas dificuldades em superar o nº 9, mas estou cada vez mais consciente disso e me controlando. Grato. Abraço.

    Resposta
    • 23 de abril de 2019 em 11:45
      Permalink

      Oi, Arthur! É sempre bom refletir em que pontos estamos falhando. Às vezes até um aquecimento bem feito, pode melhorar sua performance a longo prazo. Cada detalhe pode ajudar a jogar melhor pouco a pouco! Com certeza o número 9 não é um erro apenas de iniciantes. Muitos jogadores experientes insistem em jogar apenas querendo matar o ponto. Obrigada pelo seu comentário! um abraço Thaís

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *