Como vencer jogando mal

Quem não quer jogar com a elegância do Federer? Quem não quer jogar com a precisão dos tiros de Backhand do Djoko? E os saques da Serena a 200 km/h? Jogando igual eles parece fácil, né?

Serena Willians tem saques que chegam a mais de 200 km/h

A verdade é que é muito difícil manter uma constância na nossa performance, principalmente quando a gente começa a jogar tênis, nos primeiros torneios.

Pode acontecer de você jogar super bem, se sentir um profissional em um jogo, e no dia seguinte, parece que nem sabe segurar na raquete.

Sério, eu já tive a sensação de estar segurando um taco de beisebol durante um jogo de campeonato. Foi uma sensação muito ruim….

E você acha que os melhores jogadores do mundo sempre jogam bem? Eu tenho certeza que não.

É que quando vemos alguém melhor que nós, até jogando mal, a gente tem a impressão que ele está jogando bem.

Se você preferir assistir ao vídeo sobre o tema, segue abaixo. Senão continue comigo aqui até o final! Boa leitura!

O que é jogar bem?

Mas, afinal, o que é jogar bem?

Várias vezes eu já saí da quadra, me sentindo péssima por ter jogado mal.

Daí vem alguém e me diz: que pena que perdeu, o jogo estava lindo!

Na minha percepção, ele estava péssimo. Porque eu me conheço, sei quanto eu aguento uma troca de bolas pesada, sei do meu potencial em matar pontos, ou variar as jogadas. E baseada nisso, concluo se joguei bem ou não.

E pra você? O que é jogar bem?

É jogar com o braço solto? Dar muitos winners? Dar muita pancada o tempo todo?

Dependendo do que você classifica como jogar bem, talvez você NUNCA jogue bem…

De acordo com as estatísticas da “Hirokiviagenscerebrais”, a maioria dos tenistas tem como grande característica: ser detalhista, minucioso e perfeccionista.

É um perfeccionismo cirúrgico. E essa viagem cerebral compartilhei com um aluno cirurgião que concordou comigo. Pelo menos não sou louca sozinha nas ideias…

Hoje, sinceramente, eu tenho uma expectativa muito menor em relação a jogar bem do que eu tinha há alguns anos atrás.

Primeiro eu determino se vou a um torneio pra competir pra valer, ou se  vou pra me testar como estou jogando, arriscar mais, evoluir alguns aspectos do meu jogo.

Pois SIMMMM! O tenista pode ir pra um torneio sem expectativa de resultados! Por que não? E por incrível que pareça…

QUANTO MENOS EXPECTATIVAS VOCÊ TEM, MAIS SOLTO VOCÊ VAI JOGAR.

Claro! É muito mais fácil jogar sem pressão, sem obrigação, sem cobranças.

Lidar com a pressão

Então ta aí a primeira coisa pra tentar jogar bem: SABER ADMINISTRAR A PRESSÃO. 

Quanto mais importância a gente der ao torneio, mais ansiedade vai sentir. E claro que vamos nos sentir pressionados a jogar bem, a vencer.

Saber jogar mesmo nos sentindo pressionados é uma característica que todo tenista deve adquirir com o passar do tempo.

Ou você acha que o Federer não sente pressão sacando no match point contra o Djokovic?

Devia ter ficado em casa

Mas e quando nada dá certo?

Aquele seu primeiro saque não ta entrando? Seu winner paralela de direita que você costuma acertar não entra uma, ou o adversário não está deixando você subir a rede, coisa que te faz ganhar muitos pontos e muita confiança

Temos que aprender a ganhar jogando mal. Segue abaixo algumas dicas.

Plano B

Ter um plano B é fundamental.

Mas primeiro, tem que haver um Plano A, né???

Bom, se você tem um plano A para o jogo, se preocupe também em ter um plano B.

O jogo de tênis tem muitas variações, e pode ser que uma tática apenas não seja suficiente pra que você vença o jogo. 

De repente você vai precisar deslocar o cara no fundo de quadra pra obrigá-lo a bater desequilibrado, pra fazer ele cansar, e também surpreender com algumas curtas.

Mas se no fundo de quadra nesse dia você não conseguir ter precisão pra tirar da mão dele, talvez você possa pressionar subindo à rede…

O fato é que você tem que ter escolhas. Não depender de um recurso só.

Recursos diversificados

E no quesito recursos, quanto mais recursos diferentes você treinar, claro que você vai ter mais opções para quando estiver jogando mal…

Se por acaso você tem golpes lindos, mas não desenvolveu um bom slice, não terá opção de defesa quando a coisa apertar. E a coisa sempre aperta…

Então se você não treina: slices, bolas altas, subidas à rede, voleios, smashs, curtinhas, acho que chegou a hora de você treinar!

A estratégia certa

Se você quer ganhar o jogo, tem que manter sua cabeça no lugar, mesmo que suas jogadas não estejam funcionando.

Se suas jogadas não estão funcionando, tenha consciência se:

  1. Estou fazendo a jogada certa, mas na hora de definir a bola não está entrando?
  2. Estou fazendo jogadas erradas, ou em hora errada

Qualquer uma das duas opções, você vai ter que manter a cabeça no lugar. Na primeira opção, você pode ser mais cuidadoso ao definir o ponto, ou arriscar um pouco menos (menos aceleração, margem de segurança da rede ou das linhas).

Na segunda opção, você tem que reavaliar quais jogadas seria melhor fazer pra aumentar suas chances de ganhar os pontos. 

E quanto mais difícil (pau a pau) estiver o jogo, o segredo vai estar em jogar bem um ou outro ponto decisivo. O 30 iguais do 4×4, ou o 0x30 no 4×5…

A melhor defesa é o ataque ou vice-versa?

A melhor defesa é o ataque.

Já dizia essa frase célebre…De quem mesmo?

Será que no tênis isso funciona?

Sinceramente, eu diria essa frase ao contrário: O MELHOR ATAQUE É A DEFESA!

Já assisti a vários jogos de tênis, onde o “fera”, o “topzeira”, o “animal”, é simplesmente enrolado e engolido por um jogador quase que mediano, sem golpes que chamam atenção, mas com uma base DEFESA MUITO FORTE.

Quem sabe se defender bem, sempre vai ter um plano B na manga.

Aquela história, você pega um cara que ta acertando tudo, tiro pra todo lado, fazendo você correr, acertando na linha, dando aces, confiante.

O que você faz além de rezar?  

Eu acredito que uma boa defesa pode desestruturar um jogador, pois vai exigir sempre um pouco mais do adversário. Um pouco mais de força, um pouco mais de precisão, e consequentemente, um pouco mais de risco.

A partir do momento que você OBRIGA SEU ADVERSÁRIO A ARRISCAR MAIS, ele pode começar a errar algumas bolas, e alguns pontos cairão no seu colo (não de mão beijada, porque é com muito suor) e daí pode ser que o jogo comece a mudar de cara.

Você se anima um pouco mais, vendo uma luz no fim de túnel, e o cara pode começar a ficar ansioso pra matar os pontos, ou nervoso por não estar conseguindo…

Jogar para a torcida

Esse é o pior erro que você pode cometer, se quiser ganhar o jogo. Você tem que jogar pra você. Porque se o jogo bonito não estiver funcionando, a torcida que me perdoe, mas vou jogar feio, e pretendo ganhar.

Controle emocional

Quando você está jogando pessimamente, como você se sente? Bem?

Acho que não…

Mas entenda que isso faz parte da trajetória do tenista. Mas se você se desesperar ou desistir por causa disso, vai estar mostrando uma fragilidade pro seu adversário, e perdendo de mostrar o seu melhor, que é a sua versatilidade, jogo de cintura, e inteligência pra buscar soluções quando as coisas não vão bem.

Se entregar, e dar a desculpa que hoje não é o seu dia, é coisa para os fracos.

Vamos ganhar jogando mal!

Bilhete

E o mais importante, que vai servir para a hora do aperto do jogo.

Quando você for jogar, leve nos bolsos, dois bilhetes. Um para cada bolso.

Um escrito: COMO GANHAR. 

E outro: QUERO GANHAR. 

Conclusão

Temos uma falsa ilusão que para vencer é preciso “jogar bem”.

Mas o que vários tenistas campeões nos mostram é que é possível vencer jogando mal!

Saber lidar com a pressão de não estar se sentindo bem no jogo é uma das chaves para superar esse momento.

Ter um plano B é fundamental para mudar nossa rota no meio do jogo.

Treinar recursos diversos é uma das formas de se preparar para esses momentos.

Identificar se estamos com a estratégia certa ou se estamos falhando na execução é um ponto importante a se levar em conta.

Entender que a defesa é um excelente recurso para vencer uma partida pode nos abrir portas.

Não podemos nos importar com o que a torcida está pensando, pois o importante é atingir nossos objetivos.

Ter controle emocional também vai ajudar muito a controlar a situação.

Vencer jogando mal é possível. Siga as dicas e principalmente, coloque-as em prática. E bom jogo!!!

Um comentário em “Como vencer jogando mal

  • 14 de maio de 2020 em 10:00
    Permalink

    Me identifiquei c essa aula sou muito exigente comigo e quero sempre jogar c winners então arrisco muito ,na quinta bola já quero matar o ponto ,vou começar a treinar minha paciência e tb preciso treinar a parte física ,adoro seus vídeos,tornei sua fã …

    Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *