Tênis feminino: mais que apenas charme

É muito difícil começar esse texto com a magnitude que ele merece. Não pretendo aprofundar o tema, mas apenas levantar aspectos importantes relacionados à prática do tênis pelo universo feminino.

Mas, por que tratar de modo separado, algo que temos lutado tanto para ser considerado igualitário?



Pretendo ressaltar o que passamos, a realidade atual, para termos melhores perspectivas para o futuro, aumentando assim a participação do sexo frágil (OI??) no mundo do tênis!

Mulheres nas Olimpíadas

Antigamente as mulheres não podiam participar dos jogos olímpicos. Eram consideradas inaptas principalmente pelo componente físico. Mais história nesses artigos científicos.

A primeira participação das mulheres nos jogos olímpicos foi em 1900, em Paris.  Puderam participar do golfe e do tênis, já que não exigia contato físico. E não eram consideradas atletas, e não ganhavam nem medalhas, nem a coroa de oliveira. Eram apenas participantes e recebiam um certificado (nossa, muito obrigada!!!).

Entre as brasileiras, a nadadora Maria Lenk foi a primeira representante , e abriu caminho para as próximas gerações.

O tempo passou, a luta continuou em vários campos, e nas olimpíadas, recentemente em 2012, finalmente as mulheres conquistaram o direito de disputar todas modalidades.

Mulheres tenistas

Não posso deixar de citar o nome de Maria Esther Bueno como desbravadora e nome de destaque na história do tênis no Brasil e no mundo. Conquistou 7 Grand Slams e foi número 1 do mundo em quatro oportunidades.

E pra citar mais uma demonstração de força (óbvio que não no sentido físico) no tênis feminino, o filme Batalha dos Sexos mostra o desafio à tenista Billie Jean King, militante na defesa do direito das mulheres até hoje em dia, onde ela vence o ex-jogador Bobby Riggs.

Popularidade

Acredito que hoje em dia, a prática de atividade física e esportes pelas mulheres tem aumentado, e dentro do tênis é muito bacana ver mais praticantes. 

O tênis com certeza traz benefícios maravilhosos e a independência, autonomia, autoconfiança e melhora da autoestima vêm junto no pacote!

Mulherada arrasando nas quadras!!!

Hoje participo de grupos no whatsapp exclusivos de mulheres tenistas. Um deles tem 83 mulheres! Considero uma vitória de cada uma por todas!

Batalha dos sexos

Não quero levantar a discussão sobre quem ganha num jogo entre homem e mulher, mas ressalto que já fui vice-campeã do torneio de uma categoria A do meu clube (acima dela era a Especial, com jogadores profissionais) e ganhei de um rapaz que sacava a 180km/h, segundo o que diziam.

Thaís e Márcia, amizade pelo tênis desde a infância

Também tive o prazer de participar com a amiga Marcia Shinohara como única dupla feminina na categoria Ouro, do torneio brasiliense, Dupla Centenária (Clube Nipo) jogando contra duplas masculinas.

Mulheres que trabalham para o Tênis

Para concretizar a participação feminina no mundo do tênis, tenho um exemplo próximo: Match Acessórios.

A marca é uma criação da tenista e amiga Paula Takara. Com muito estilo e bom gosto, Paula cria peças de ouro e prata, nos motivos tenísticos: pingentes de raquetinhas, brincos de bolinhas, anéis, berloques entre outras peças para quem quer estar desfilando com muito charme!

Para brindarmos, segue o link abaixo para quem quer conferir de perto!

Match Acessórios: delicadeza e bom gosto para tenistas! 

Conclusão

A participação das mulheres tem aumentado e com isso quem ganha é o tênis como um todo, a partir do momento que não apenas os homens desfrutam do esporte e seus benefícios.

Os grupos que formamos para jogar partidas, torneios, equipes, nos faz conhecer pessoas que acima de parcerias na quadra, ou adversárias, se tornam pessoas queridas e amigas para todos os momentos. Dentro e fora das quadras.

Desejo que mais mulheres tenham essa oportunidade que tive, e foi muito incentivada graças a meu pai!

Sem esquecer que quem deu o start no mundo da bolinha amarela foi minha mãe e minha irmã. Meu eterno agradecimento!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *